Dicas Infalíveis Para Escolher Um Bom Seguro Viagem

Ninguém gosta de pensar que coisas ruins podem acontecer quando se está planejando uma viagem. Isso, entretanto, é errado, pois se prevenir é a melhor maneira de fazer uma viagem tranquila e aproveitar.

Ninguém sabe quando uma doença ou acidente pode acontecer, e ser irresponsável e deixar um problemão para os familiares resolverem é muito ruim. Veja agora como escolher um bom seguro para sua viagem.

Check-up

Antes de viajar vá ao seu médico, faça um check-up, alguns exames e veja se está tudo ok. Peça receitas e compre o mínimo de remédios para pequenos problemas que podem acontecer, como antigripal, pastilhas para a garganta, remédios para dor de cabeça, dor de estômago, etc.

Não é fácil comprar remédios no exterior. Vá ao dentista também, e cerifique-se de que tudo está bem. Uma obturação num dente pode custar uma pequena fortuna no exterior.

Cartão de Crédito

Verifique junto à sua operadora de crédito se eles oferecem algum seguro de saúde no exterior. Verifique também se cobrem, na pior das hipóteses, o translado do corpo de volta para o Brasil. Geralmente a operadora oferece boas condições se você comprar a passagem internacional com esse cartão.

Como escolher um bom seguro viagem entendendo os tipos existentes

Como fazer seguro viagem

Veja com atenção quais os tipos de cobertura existentes. Por exemplo, se você for viajar para os Estados Unidos as coberturas variam de 30 mil a 1 milhão de dólares. Um bom valor, então, seria 50 mil dólares.

Os Estados Unidos são um dos países com os maiores valores de gastos médicos, até para os próprios moradores. Melhor não arriscar. Verifique também o que a cobertura oferece, e avalie o que você julga necessário. Aqui seguem exemplos de coberturas e o que elas podem oferecer:

Cobertura básica:

• Seguro morte acidental
• Assistência médica

Cobertura completa:

• Cancelamento de viagem
• Assistência jurídica
• Passagem para um familiar ir ao seu encontro
• Extravio e atraso de bagagem
• Extensão de internação
• Assistência odontológica
• Medicamentos

Doença Pré-existente

Outro detalhe muito importante de se observar é se a cobertura que te oferecem cobre doenças pré-existentes. Muitos seguros não cobrem assistência de doenças crônicas que o turista já apresenta antes da viagem, como por exemplo cálculo renal.

Agência de Viagem

Muitas agencias oferecem o seguro como um bônus na compra do pacote de viagem. Porém, todas as observações que fizemos anteriormente são importantes para que você possa decidir se aceita ou não esse bônus, afinal, ele pode, infelizmente, se revelar um presente de grego, se você tiver algo mais sério.

Assistência vs. Seguro Viagem

Tecnicamente, eles são a mesma coisa, mas, em algumas empresas, podem apresentar a seguinte diferença, então fique atento e faca sua escolha consciente:

Assistências médicas oferecem tratamentos médicos dentro de uma rede credenciada, e o segurado não precisa fazer nenhum desembolso ao realizar os procedimentos. Já no seguro viagem, o cliente tem a opção de escolher a clínica que ele deseja, pagando o valor do tratamento, e solicitando posteriormente o reembolso das despesas.

Se o destino escolhido para viagem for um destino mais remoto, as opções de rede credenciada podem não ser amplas, então o seguro pode ser mais vantajoso nesse caso.

Seguro Viagem Obrigatório

Existem países que exigem que o turista tenha um seguro contratado para entrar no país, geralmente são países europeus. São países que assinaram o Tratado de Schengen, que exige que o turista tenha um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros.

São eles: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Irlanda, Islândia, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Romênia, Suécia e Suíça.


Comentários desabilitados.