Empréstimo Pessoal: Nem Pense em Fazer o Seu Antes de Ler Isto…

O empréstimo pessoal é um empréstimo normal, feito com o banco (ou outra instituição financeira) de sua escolha.

Neste procedimento, se realiza um contrato para devolução desse dinheiro em uma data previamente estipulada juntamente com os juros, também já estipulados, no momento do contrato.

Continue lendo este artigo, onde alertamos os nosso leitores para várias dicas importantes para se levarem em consideração, antes de se fazer um empréstimo, quer seja em bancos ou em financeiras.

Então, neste artigo você verá os seguintes tópicos:

Para Que Motivos Se Faz Um Empréstimo Pessoal?

Essa forma de se conseguir dinheiro não possui um objetivo ou destino específico pré-determinado. Ao contrário do financiamento, que é um contrato que deve ser para usar esse dinheiro em algum caso específico, como comprar uma casa, um carro ou até pagar uma universidade.

O empréstimo pessoal é uma das melhores opções quando se há uma emergência que necessita de uma grande quantia de dinheiro inesperadamente.

Por exemplo, se alguém da família precisa realizar uma complexa e cara cirurgia. Ninguém passa a vida economizando pra um dia fazer uma grande cirurgia não cobrada pelo plano de saúde, e para isso estão os empréstimos pessoais.

Pode ser usado também quando acontece algum acidente com o carro ou a casa e os mesmos não possuem seguro sobre tais bens. Porém, como dito anteriormente não é interessante fazer um empréstimo para comprar um carro ou uma casa, porque para tais finalidades, existe o financiamento.

A Importância de se Fazer Um Orçamento Antes do Empréstimo Pessoal

Empréstimo Pessoal - Dicas Importantes

Na hora de pedir o empréstimo no banco é de extrema importância planejar antes. Tal planejamento, este, um orçamento, já deve ser preparado para ser pago.

As consequências de não pagar o banco no prazo estipulado podem ser gravíssimas e, portanto, é preciso saber com certeza se você está preparado para pedir um empréstimo. Uma dica muito importante é simular um empréstimo. Neste artigo, você tem mais informações.

Fazendo o orçamento, existe a ideia de equilibrar e também melhor organizar as contas, sabendo da sua possibilidade de pagar o empréstimo ou não. A partir disso, deve ser feita uma análise sobre como esse empréstimo poderá ser pago.

A melhor ideia é que as prestações do empréstimo não passem de 30% do valor do seu orçamento, para que seja possível o pagamento posteriormente, sem qualquer dor de cabeça.

Opt In Image
ESTÁ GOSTANDO DO CONTEÚDO?
Receba todas nossas atualizações e artigos.

Basta digitar seu melhor E-mail no campo abaixo. Depois não esqueça de acessar a mensagem que enviaremos para confirmar a sua assinatura.

Pesquisar Opções Em Diferentes Bancos

Cada banco tem burocracias e contratos diferentes para se obter um empréstimo pessoal. Normalmente, é mais interessante fazer o empréstimo no banco onde já se tem conta corrente e cartão de crédito.

Ao conversar com seu gerente, ele já vai saber sua renda e o seu movimento da conta corrente e assim, ele pode ter uma ideia da possibilidade do seu pagamento, diminuindo os juros.

Mesmo assim, é de extrema importância pesquisar antes de já imediatamente fazer um empréstimo pessoal no seu próprio banco. Alguns outros (bancos) podem possuir juros mais baixos, menos burocracias, ou qualquer outro fator que possa ser interessante pra você.

E o melhor: com a internet, essa pesquisa é feita no conforto da sua casa ou onde quiser, não há necessidade de ir de agência em agência, perguntando de gerente em gerente para saber onde é melhor fazer o seu empréstimo pessoal.

Na velocidade de um clique, você muda de um banco para outro pra saber quais são suas políticas para se realizar um empréstimo pessoal e assim poder fazer a sua escolha de forma assertiva e coerente. escolhendo o melhor empréstimo para você.

Cuidado Com o Empréstimo Para Pagar Juros

Um dos maiores erros é pegar empréstimo para pagar juros de dívidas. Por exemplo, quem parcelou o cartão e vê que fez a escolha errada, pega empréstimo para pagar os juros, ficando, então, com duas dívidas, aumentando a bola de neve.

Por isso, fale com um especialista em finanças pessoais, alguém que você confie, para que não corra tal risco. O gerente do banco não vai ajuda-lo nessa questão, porque o objetivo dele é emprestar ao seus clientes.

Agora que você já leu este artigo, está melhor informado(a) para prosseguir. Boa sorte!

Ainda sem comentários.

Deixe uma resposta